A Belaletra Catálogo Coleções E-books Parceiros Serviços Vídeos Imprensa Releases Distribuidores Contato
Catálogo
Um divã no campo de batalha

De Otávio Prado Alabarse

240 páginas

Sinopse: Em 2007, o psiquiatra Otávio Prado Alabarse desembarcou no Iraque, em plena guerra. Lá, montou o primeiro consultório psiquiátrico da organização Médicos Sem Fronteiras no país. Atendia principalmente jovens, sobreviventes de tentativas de suicídio por autoimolação.

Preço: R$ 36,00

ISBN: 978-85-6443-110-2

Lançamentos

O que levaria um jovem psiquiatra a abandonar uma carreira promissora para alistar-se como voluntário da organização Médicos Sem Fronteiras em plena Guerra do Iraque? Otávio Prado Alabarse optou por esse caminho  ímpar. No meio dos distúrbios, deparou com as dramáticas condições das mulheres locais e de casos, cada vez mais frequentes, de autoimolação. Para ajudá-las, fundou o primeiro consultório psiquiátrico da entidade no país.

 

Vídeos
Espiritismo
Alexandre Caldini Neto nasceu em Sorocaba (SP) em 1962. Em 2013 publicou o sucesso A morte na visão do espiritismo, pela Belaletra. Nesta nova obra, parte da Coleção Religiões, expõe a interpretação espírita para assuntos do cotidiano, mostrando as razões de ser uma das com mais adeptos no Brasil.
Islamismo
A expressão ‘isl㒠representa ‘submissão’ e traduz a obediência às regras e aos desejos de Alá. Os que seguem a doutrina, segunda mais praticada no mundo, são conhecidos como muçulmanos. Para eles, Maomé teria obtido das mãos do próprio anjo Gabriel, enviado divino, os preceitos básicos que constituem o livro considerado sagrado pelos fiéis, o Corão.
O leitor do mês

Sem poder ser mais atual em tempos de tantos conflitos internacionais, Um diva no campo de batalha, é um diário da rotina de uma população em zona de guerra. Escrito por um psiquiatra, que abandonou trabalho e família para ajudar outras pessoas, e acabou no Iraque para tentar implantar nos hospitais dali mais que ajuda física, ajuda psicológica. Lá, mais que vitimas de fragmentos de bombas, explosões, tiros, encontra jovens que tentam o suicídio por autoimolação e sobrevivem com mais da metade do corpo queimado. E que, muitas vezes, alem da dor e da desfiguração da imagem “jovem e humana” que tinham de si, passarão os próximos dias esperando o momento da própria morte. Relatos delicados e sensíveis de gente que convive com mais do que diferenças políticas, religiosas e culturais, pessoas que vivem a dor e o medo de um lugar sem paz.

Fernanda Martin é arquiteta

A Belaletra Catálogo Coleções E-books Parceiros Serviços Vídeos Imprensa Releases Distribuidores Contato
Telefones: (11) 2476-6381 / (11) 2476-6382 / (11) 3141-1690
Endereço: Rua Itapeva, 26 - Bela Vista - São Paulo - SP - Cep: 01332-000